spot_img
InícioCidadesQuarta UPA do Riacho Fundo II começa a funcionar

Quarta UPA do Riacho Fundo II começa a funcionar

- Publicidade -spot_img

Os moradores do Riacho Fundo II contam com mais uma UPA para prestar atendimento para a população. Nesta quarta-feira (17), o governador Ibaneis Rocha entregou em pleno funcionamento à população a quarta Unidade de Pronto Atendimento (UPA) construída neste governo.

 

Foto: Divulgação IGESDF

A UPA está Localizada na QN 31, conjunto 3, Lote  1, do Riacho Fundo II, com uma  estrutura  que atenderá 4,5 mil pessoas por mês . Foram investidos  R$ 6,5 milhões na construção da unidade . O Instituto de Gestão Estratégica do Distrito Federal (IGESDF) foi  o responsável  gestão das obras e do funcionamento das novas UPAs.

A unidade possui uma área de 1,2 mil metros quadrados e possui : dois leitos de atendimento crítico emergencial na Sala Vermelha, seis leitos de observação e um leito de isolamento na Sala Amarela, 10 poltronas de medicação/inalação e reidratação na Sala Verde e três consultórios, além de sala para classificação de risco.

Atendimento

O funcionamento  da UPA é diário e 24 horas. Foram contratados  146 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos e outros colaboradores que vão atender os pacientes. A unidade atenderá casos de urgências e emergências de clínica médica.

Prestação de Serviço a População

  • A primeira UPA inaugurada neste governo foi em Ceilândia em 24 de setembro;
  • A segunda no Paranoá em 18 de outubro ;
  • A terceira no Gama em 27 de  outubro.

Além dessas, mais  três serão inauguradas em breve em :

  • Planaltina – 90,61% de conclusão das obras
  • Brazlândia – 75,75% e conclusão das obras
  • Vicente Pires – 74%  e conclusão das obras

Juntas as  sete UPAs quando estiverem em pleno funcionamento, vão poder atender cerca  31.500 pessoas por mês.

Infraestrutura

As sete novas UPAs do IGESDF seguem o modelo Porte I – Opção 3.

 

Cada unidade nesse modelo tem o seguinte padrão:

Área Construída: 1.200 m²

Capacidade de Atendimento/mês: 4.500 pessoas.

Sala Verde: 10 poltronas de medicação.

Sala Amarela: 6 leitos de observação e 1 leito de isolamento

Sala Vermelha: 2 leitos de atendimento crítico emergencial

Consultórios: 3

Área de classificação de risco: 1

 

Da Redação Mídia Alternativa

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
-Publicidade -spot_img

CONECTADO

16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever

Voce deve lêr

- Publicidade -spot_img

Leia mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui