spot_img
InícioAtos & FatosRecantos das Emas 28 anos de muita história

Recantos das Emas 28 anos de muita história

- Publicidade -spot_img

Nesses 28 anos o Recanto das Emas pode ser contado e lido de diversas formas: como cidade-satélite do DF, como lugar de memórias, como espaço político, como berço da cultura e da arte, como cidade ativa, como espaço vivido por seus moradores, mapeado por alguns e desconhecido   por tantos.

Fundado em 28 de julho de 1993, para atender a demanda de moradia pelo Programa de Assentamento do Governo do Distrito Federal, na época o governador era Joaquim Roriz.

Está a 25 Km de Brasília, formado por 59 quadras residenciais, a 6ª maior região Administrativa do Distrito Federal, com uma população estimada 200 mil habitantes.

A avenida principal da cidade, onde se concentra o comércio local, é chamada de “Avenida Recanto das Emas”, além de possuir mais algumas avenidas como: “Avenida Vargem da Benção”, “Potiguar”, “Buriti”, “Monjolo” e “Setor Habitacional Água Quente”.

Localizada na região sudoeste do Distrito Federal, seus limites: ao Norte “Samambaia”, ao sul “Gama”, a leste “Riacho Fundo II” e a oeste “Santo Antônio do Descoberto (GO)”.

O PDAD /2018 aponta que 56,7% dos moradores da cidade são oriundos da região Nordeste do pais. Hoje a XV região administrativa do DF comemora 27 anos de existência, conheça um pouco mais sobre a cidade.

A origem do nome

Há pelo menos duas versões para a origem do nome da RA. A oficial é que o nome é oriundo do prefixo de um sítio arqueológico próximo chamado Recanto, que foi combinado com o arbusto canela-de-ema, muito comum na região.

No entanto a versão informal de moradores antigos da cidade, é que uma grande quantidade de emas, aves típicas do Cerrado, vivia nas proximidades, o que originou o nome do satélite.

Os traços do Artista

As Emas não compõem apenas o nome da região administrativa são a principal referência da cidade, antes localizadas na entrada da cidade, mas em virtude das obras do viaduto estão provisoriamente da Administração Regional da Cidade. O monumento é assinado pelo artista, Roberto da Ema, artista plástico e morador da região. A obra que foi transformada em cartão postal da cidade e também é considerada pelos moradores da região um patrimônio da cidade.

Recanto de Belezas Naturais

O Recanto das Emas possui reservas naturais e o Parque Ecológico e Vivencial do Recanto das Emas. O local apresenta cachoeiras, corredeiras, poços, paredões e nascentes, e proporcionam uma área destinada à conservação, visando a preservação do cerrado e a qualidade dos recursos hídricos, além de recreação e lazer em harmonia com a preservação do ecossistema regional.

Comércio Mola Propulsora da Economia

A cidade dispõe de um comércio bastante diversificado: vestuário, calçados, utensílios gerais, materiais de construção, alimentação, bares, restaurantes, feiras, food-truks entre outros.

O comércio local é o que fomenta a economia da cidade além de ter grande potencial de expansão.

Produção Rural que alimenta a cidade e abastece outras Regiões

Outro ponto forte da cidade ainda pouco divulgado é a sua capacidade de produção rural. O setor agrícola é bastante diversificado produzindo: laticínios, hortifrúti, flores e produção agropecuária.

Engajamento Social e Cultural

O Recanto das Emas é uma das regiões administrativas onde há uma grande participação popular, seja por meio de: associações, prefeituras comunitárias e conselhos. Na cidade também há inúmeros projetos sociais que proporcionam a população recantense novas oportunidades.

O seu DNA cultural é propagado por todo o DF através dos artistas locais que apresentam a sua arte e levam o nome da cidade.

O fim de Uma Espera

A construção do Viaduto de acesso ao Recanto das Emas era uma demanda antiga da população recantense , após anos de espera no dia 05/03/2021 iniciou-se as obras de construção do Viaduto. Com investimento aproximado de R$ 30,9 milhões, a obra tem previsão de execução de um ano.

 

Para os próximos anos: esperança e progresso

Nessa data comemorativa a população recantense não está em clima de festa, em momento de pandemia é momento de se resguardar e não de festejar e se aglomerar!

Na perspectiva de que dias melhores virão que próximos anos sejam repletos de conquistas se realizações ao Recanto das Emas e aos Recantenses!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
-Publicidade -spot_img

CONECTADO

16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever

Voce deve lêr

- Publicidade -spot_img

Leia mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui